Iceberg quatro vezes maior do que SP se desprende na Antártica

(Foto: NASA/ Maria-Jose VINAS/ AFP)

Nesta quarta-feira (12), pesquisadores britânicos anunciaram que um iceberg com um trilhão de toneladas se desprendeu da plataforma de gelo Larsen C na Antártica.

Considerado um dos dez maiores icebergs já registrados, a placa de gelo tem 5.800 quilômetros quadrados, uma área quatro vezes maior do que São Paulo e o equivalente ao Distrito Federal.

A ruptura do bloco de gelo, detectada por satélites da Nasa, já era prevista desde dezembro pelo Projeto Midas, uma equipe de cientistas das universidades de Swansea e de Aberystwyth e do Instituto de Pesquisa Antártico Britânico, no País de Gales, que monitora a Larsen C desde 2004.

Segundo o professor da Universidade de Swansea e principal pesquisador do Projeto, Adrian Luckman, o futuro do iceberg ainda é incerto, mas o seu desprendimento deve mudar a geografia da Península Antártica. “Ele pode continuar reunido em um único pedaço, mas é mais provável que se separe em fragmentos. Parte do gelo pode continuar na área durante décadas e partes do iceberg podem flutuar para o Norte e entrar em águas mais quentes”, explicou em comunicado.

Ao chegarem em águas mais quentes, essas placas de gelo podem derreter, contribuindo com o aumento do nível do mar. Porém o que mais preocupa os cientistas, é que novas rupturas acelerem o descongelamento das geleiras, como aconteceu com as plataformas de gelo Larsen A e B, que desmoronaram em 1995 e 2002, respectivamente.

Estimativas apontam que se toda a plataforma Larsen C se derreter, o nível dos oceanos aumente em até 10 centímetros, fazendo com que cidades litorâneas e ilhas fiquem submersas.

“Se, agora, a Larsen C começar a recuar significativamente e mais adiante desmoronar, veremos outra contribuição à elevação do nível do mar”, disse David Vaughan, especialista em geleiras e diretor de ciência do Instituto Britânico Antártico.

** Com informações da Revista Veja

COMPARTILHAR
Organics News Brasil / Estilo de viver sustentável.