Abertura da COP 23 pede comprometimento com o Acordo de Paris

(Foto: United Nations Climate Change)

Nesta segunda-feira (06), teve início a 23ª Conferência das Partes (COP 23) da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) com discursos fortes sobre a importância de manter o compromisso com o caminho traçado pelo Acordo de Paris.

Durante a cerimônia de abertura, o primeiro-ministro de Fiji e presidente da COP23, Frank Bainimarama, lembrou o sofrimento das pessoas que sobreviveram aos fenômenos naturais que impactaram diversos países, como os furacões, que atingiram o Caribe e parte dos Estados Unidos.

O primeiro-ministro ressaltou a importância dos governantes tomarem decisões que protejam a população das mudanças climáticas e de cumprirem as metas do Acordo de Paris.

“Em todo o mundo, um grande número de pessoas estão sofrendo – perplexas pelas forças variadas contra elas. Nosso trabalho como líderes é responder ao sofrimento com todos os meios disponíveis para nós. Isso significa cumprir nossos compromissos na íntegra, não nos afastarmos deles”, disse Bainimarama.

Em seu discurso, a autoridade anunciou a construção de uma “Grande Coalizão”, que irá reunir governos, sociedade-civil, setor privado e organizações religiosas.

Segundo a Secretária Executiva da ONU sobre Mudanças Climáticas, Patricia Espinosa, em Bonn, os governos vão decidir medidas para colocar em prática as próximas etapas para cumprir o Acordo de Paris.

O documento assinado por quase 200 países tem como objetivo evitar que a temperatura média global do tempo pré-industrial não ultrapasse 2ºC.

“Precisamos avançar para cumprir os compromissos devidos em 2020. A este respeito, as finanças e as promessas de reduzir as emissões de gases de efeito estufa são fundamentais”, afirmou.

Mas as metas do Acordo de Paris podem não ser suficientes para frear o aquecimento global. Um relatório divulgado pela ONU Meio Ambiente, na última terça-feira (31), constatou que se todas as metas do Acordo forem cumpridas no prazo estipulado será feito apenas do que é necessário para conter as mudanças climáticas.

COMPARTILHAR
Organics News Brasil / Estilo de viver sustentável.